TCE vê indícios de sobrepreço em hospital de campanha do Cabo

O conselheiro Valdecir Pascoal emitiu alerta à gestora do Fundo Municipal de Saúde do Cabo de Santo Agostinho, Juliana Vieira Fernandes, quanto a possível responsabilidade pela contratação de empresa para locação de estrutura com o objetivo de abrigar o Hospital de Campanha.

De acordo com Despacho Técnico elaborado pela equipe da Gerência de Auditoria de Obras Públicas Municipal, alguns itens da planilha contratada pelo valor total de R$ 1.929.900,00 estão acima do valor de mercado ou não foram devidamente orçados e detalhados no Termo de Referência.

Entre os itens apontados com valores acima do preço de mercado estão divisórias, fechamentos, gerador, banheiros climatizados e segurança contra incêndio e pânico, além do pagamento de três meses referentes à elaboração do Projeto Básico de execução, quando deveria constar apenas um mês

O relator determinou que cópia do alerta seja enviado para o conhecimento do prefeito Luiz Cabral de Oliveira Filho para que junto à gestora do Fundo Municipal de Saúde tome as medidas efetivas necessárias para correção dos valores .

Deixe uma resposta