Tadeu Alencar vê crimes de responsabilidade de Bolsonaro

O deputado federal Tadeu Alencar considerou gravíssimas as razões pelas quais o presidente Jair Bolsonaro exonerou o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. A troca provocou a saída do governo do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro.

“O presidente disse a Moro que queria, sim, interferir politicamente na Polícia Federal, conhecer relatórios, falar com os superintendentes. Também afirmou que estava preocupado com dois inquéritos que correm no STF. Sem contar com o fato de colocar na exoneração de Valeixo a assinatura de Moro, sem o conhecimento deste. São acusações gravíssimas que não podem passar em branco”, disse o vice-líder da Oposição na Câmara.

Logo após a entrevista coletiva de Moro, o PSB começou a recolher assinaturas para a instalação de uma CPI para investigar as acusações. A iniciativa é do deputado federal Aliel Machado, mas contará com o apoio da bancada.

Deixe uma resposta