Pré-candidatura de Flávio Marques sofre resistência interna no PT em Tabira

Blog do Itamar

O secretário municipal de Administração, Flávio Marques, começa a travar uma batalha interna com correntes contrárias à sua pré-candidatura à Prefeitura de Tabira no Partido dos Trabalhadores.

Informações de bastidores dão conta de que petistas radicais não aceitam a indicação de Flávio como nome do partido na disputa pela prefeitura, na justificativa de que o neopetista, expressão pejorativa que designa pessoas politicamente alinhadas com os ideais do presidente, Jair Bolsonaro.

As declarações do prefeito Sebastião Dias (PSB) criou um clima de desconforto dentro do partido. A vinda do deputado federal Carlos Véras a terra das tradições neste final de semana ao que parece foi mais para apagar fogo e buscar um entendimento entre os pré-candidatos.

Petistas mais radicais demonstram predileção pelos nomes dos vereadores Aristóteles Monteiro e Djalma das Almofadas, mas pela forma como vem conduzindo o processo, Véras deixa a entender que teria feito um acordo com Bastião para indicar Flávio como o nome do partido.

Como se comprometeu em anunciar o candidato do PT, após a realização de pesquisas, o deputado se vê acuado pelos governistas que defendem o nome de Flávio e estaria ao mesmo tempo com receio de que os levantamentos sejam favoráveis ao nome do vereador Djalma.

Deixe uma resposta