Pesquisadores do Ibope foram escoltados pela polícia em Serra Talhada

Farol de Notícias

A semana foi marcada pelo registro de uma pesquisa polêmica realizada em Serra Talhada. Sem o conhecimento da Secretaria de Saúde e da XI Gerência Regional de Saúde (Geres), pesquisadores do instituto Ibope, contratados pelo Ministério da Saúde, inciaram uma pesquisa por amostragem sobre a Covid-19.

Tudo poderia ser mais simples, caso os pesquisadores, que não são da área de saúde, não tivessem fazendo testagem rápida para o coronavírus nos entrevistados. O que acabou gerando muita confusão.

“Nossos celulares não pararam de tocar quanto algumas pessoas que faziam testes rápidos em Serra Talhada, depois fomos e atrás e constatamos que são pessoas ligadas ao Ministério da Saúde, estão fazendo uma pesquisa, através do instituto Ibope, só que até então, nem a Geres e nem a Secretaria Municipal de Saúde tinham conhecimentos. Após as denúncias, entendemos a situação. Então, se essas pessoas chegarem as suas casas, agora sim a secretaria tem um conhecimento. Algumas pesquisadoras foram escoltadas pela polícia para secretaria de saúde. Mas tudo foi resolvido”, revelou a secretária de Saúde, Márcia Conrado.

Deixe uma resposta