MPPE cobra à Celpe que conclua obra para energia chegar a hospital público de Triunfo

A Companhia de Energia de Pernambuco (Celpe) informou que até o dia 17 de abril concluirá a obra que vai levar energia até o Anexo da Unidade Mista de Saúde Felinto Wanderley no município de Triunfo. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), como medida de urgência, fez a intervenção junto à Celpe após representação feita pelo município, informando de que uma das unidades de saúde municipal cotada para fazer parte da rede de enfrentamento ao Covid-19 não estava obtendo resposta da Companhia de Energia sobre conclusão de obra, para dar início aos atendimentos.

Em resposta ao MPPE, a Celpe já informou sobre a data prevista para conclusão da obra e a devida inspeção e ligação de energia para a mesma data, a fim de que a unidade de saúde já possa atuar.

Essa medida foi provocada pelo município junto ao MPPE para que o Plano de Contingência para o enfrentamento da pandemia seja executado em Triunfo, inclusive conforme recomendação nº01/2020 da Promotoria de Justiça local emitida para adoção das medidas para elaboração e implementação. O Plano deve conter, no mínimo, os elementos previstos pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e um cronograma de implantação das providências. O MPPE também recomendou que as equipes de saúde de Triunfo devem fiscalizar e efetuar a notificação obrigatória dos casos suspeitos do Covid-19, bem como informar quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG1) no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe.

O município deve prover os estoques estratégicos de EPIs, medicamentos e oxímetros, além de definir equipes de profissionais para ações de vigilância, como agentes de endemias e agentes comunitários de saúde; e promova capacitação dos profissionais da atenção básica. O município de Triunfo deve ainda dar conhecimento ao público sobre a Ouvidoria do SUS e prover material informativo com orientações sobre as formas de transmissão, sintomas do Covid-19 e quais são as unidades de saúde que devem ser procuradas pelos moradores.

Além dessas medidas, o promotor Thiago Barbosa Bernardo emitiu recomendações para adoções de medidas sanitárias para as casas de acolhimentos, suspensão de aulas e atendimento ao isolamento social. “Estamos atuando para evitar o colapso na rede municipal de saúde de Triunfo, mas o isolamento social continua sendo um desafio de ser compreendido e aceito como a mais eficaz medida no momento”, relatou o promotor.

Deixe uma resposta