Pernambuco coloca em funcionamento 151 novos leitos para tratamento da Covid-19

Já estão em funcionamento 151 leitos, sendo 50 de UTI e 101 de enfermaria, das novas vagas anunciadas na última semana pelo Governo de Pernambuco para o atendimento exclusivo de pacientes com síndrome respiratória aguda grave (Srag), suspeitos ou confirmados para a Covid-19. Para garantir a assistência frente ao aumento do número de casos registrados no Estado e de internações hospitalares, os novos leitos foram inaugurados em cinco unidades e já estão sendo regulados pela Central de Regulação de Pernambuco.

As novas vagas abertas hoje e durante o final de semana atendem a região do Sertão do São Francisco, com 10 leitos de UTI e 30 de enfermaria na UPAE de Petrolina; o Agreste Central com 10 leitos de UTI no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru; o Sertão do Pajeú com 10 vagas de UTI no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada; além da Região Metropolitana do Recife (RMR), com 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria no Hospital de Referência à Covid-19 – unidade Olinda (Maternidade Brites de Albuquerque); e 10 vagas de UTI no Hospital Real Português (HRP), no Recife, que mantém convênio com o SUS. Já na sexta-feira (11.12), 51 leitos de enfermaria foram colocados em operação no Hospital Agamenon Magalhães (HAM), na zona norte do Recife.

Ao todo, a rede de saúde pública em todo o Estado conta, atualmente, com 1.773 leitos dedicados, exclusivamente, aos pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), incluindo, portanto, casos suspeitos e confirmados da Covid-19.  Do total, 894 são leitos de terapia intensiva e 879 de enfermaria. Até o final de dezembro, quando somados os leitos abertos ao longo de novembro, o Governo de Pernambuco vai ter colocado em funcionamento 424 leitos, sendo 159 de UTI e 265 de enfermaria.

Com os novos leitos, a taxa de ocupação média das Unidades de Terapia Intensiva e caiu de 88% na semana passada para 83% nesta segunda.

Deixe uma resposta