Eduardo da Fonte quer auditoria para apurar se a Celpe está isentando consumidores

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) enviou à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e à Agência Estadual de Regulação de Serviços Delegados de Pernambuco (ARPE) representações para que seja instalada uma auditoria para apurar se a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) está respeitando o direito de gratuidade da conta de energia do consumidor cadastrado na Tarifa Social de Energia Elétrica.

De acordo com a Medida Provisória 950/20, todos os consumidores cadastrados no benefício e que tenham consumo mensal de até 220 kWh/mês, têm direito ao desconto de 100% na conta de luz de 1º de abril até 30 de junho do corrente ano. No documento enviado às agências, o deputado destaca a importância da medida para diminuir o impacto econômico, causado pela pandemia do coronavírus, no orçamento das famílias pernambucanas.

“Essa medida é uma forma de minimizar o impacto financeiro e dar mais dignidade para as famílias enfrentarem o coronavírus. Nós precisamos ter certeza que a Celpe está cumprindo isso. Nós vamos fiscalizar se a gratuidade da conta de luz está alcançando todo mundo que tem direito”, afirma Eduardo da Fonte.

Deixe uma resposta

Next Post

Afogados da Ingazeira confirma o quarto caso de coronavírus

qui Maio 14 , 2020
A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informou que deu positivo para Covid-19 o exame da paciente de 23 anos que se encontra internada no Recife. “Ela passa bem, já teve alta da UTI, e está internada em um leito de enfermaria no Hospital Barão de Lucena. No momento, a paciente […]